Notícias

A melhor forma de ficar atualizado

Dr. Responde: Atividade física é essencial para manutenção da saúde na terceira idade

Dr. Responde: Atividade física é essencial para manutenção da saúde na terceira idade

Se há uma unanimidade entre os médicos e profissionais da área da saúde é que a atividade física é essencial para melhorar o estilo de vida e assim evitar possíveis doenças, principalmente na terceira idade. Pensando nisso, o Dr.Responde deste mês conversou com o médico ortopedista Marcos Tenório Gomes, do Super Dr. Centro de Saúde Integrada.  


Confira abaixo:

1 -Como funciona a força física muscular na terceira idade?
O envelhecimento proporciona um declínio das condições e capacidades físicas e entre elas obviamente a força muscular. Devemos entender que o enfraquecimento muscular tem uma relação direta com o prejuízo principalmente na flexibilidade muscular, no equilíbrio e na velocidade, e por consequência sendo estas alterações e estes prejuízos são a grande maioria das quedas frequentes nestas pessoas e isto é considerado uma questão importante poque esta limitação da mobilidade, esta dificuldade de flexibilidade muscular e fraqueza isto pode levar a quedas importantes e por consequência aumenta a mortalidade nesta população. 


2 - Qual a importância da atividade física na terceira idade? O cérebro também pode se beneficiar com a prática de exercícios?

Um bom desempenho físico é essencial para que este indivíduo consiga se manter independente e realize as suas funções da melhor maneira possível, então de qualquer maneira as alterações que possam prejudicar a força muscular, o equilíbrio e a marcha do idoso isto vai levar a uma disfunção importante, por isto que é importante um programa de tratamento que priorize as causas desta disfunção e o objetivo deste programa é manter ou aumentar a autonomia do idoso. Os estudos mostram que quando você trabalha o fortalecimento muscular por consequência você vai melhorar a força muscular, a mobilidade funcional e o equilíbrio individual deste idoso e os estudos também mostram que este programa favorece principalmente na melhora da agilidade destes pacientes e que  tem uma melhora significativa da função de todos os seus membros e isto comparado as pessoas da mesma idade que não fazem o tratamento, então é importante ter um programa individualizado que trabalhe estas questões que afetam os idosos que é a força muscular, o equilíbrio e a marcha do idosos. 


3 – O que o paciente precisa fazer antes de iniciar a prática de exercícios? Como saber quais são recomendados?
Primeiramente deve se procurar um médico para fazer os exames necessários e saber se está apto. A partir desta avaliação a pessoa ficará liberada ou não para a prática esportiva. Se for liberado pelo médico, aí deve ser procurar um profissional de Educação Física, um personal ou um instrutor de academia para desenvolver um programa indicado às necessidades, claro que obviamente o condicionamento físico deve estar co-relacionado com o tipo de esporte ou atividade que a pessoa deve fazer e aí com certeza este profissional vai oferecer estratégias, de preferência personalizada, e atingir o resultado desejado pela pessoa. O importante é optar por atividades físicas que combinem com a necessidade física e se tem algum problema muscular tem que adaptar ou resolver o problema frente a esta situação. Mesmo com autorização médica, obviamente a avaliação do estado físico é importante, então deve-se também fazer esta avaliação do estado físico principalmente na parte cardiovascular, neuromuscular e na flexibilidade do indivíduo. Sempre é bom começar os exercícios devagar, o ideal é que quem está iniciando a prática esportiva dedique no mínimo duas vezes na semana, durante 40 minutos a uma hora, e o começo da atividade física pode ter como objetivo a correção de pequenos problemas de postura, alongamento, flexibilidade e corrigindo isto é possível iniciar um trabalho mais voltado para a conquista do objetivo deste aluno e independente do objetivo uma alimentação balanceada é imprescindível para alcançar os objetivos, isto é crucial.

4- Quais as recomendações para evitar os riscos de acidentes domésticos?
É importante entender que os acidentes domésticos são os que acontecem dentro de casa e muitas pessoas entendem ou acreditam que sabem tudo sobre segurança em casa, sabem onde estão os possíveis pontos mais perigosos, mas a estatística mostra que o número de pessoas que sofre algum tipo de acidente doméstico é muito grande, por ano se tem registro de 400 mil a 500 mil pessoas que sofrem algum tipo de acidente doméstico e que poderia ter sido evitado ou prevenido. 


5 –Conselhos médicos:
Tomadas, lajes, botijões, escadas, chuveiros, são exemplos de objetos de que se deve redobrar a  atenção para evitar problemas mais graves, estes problemas podem acontecer desde algo bem pequeno como machucados e arranhões, até fraturas, queimaduras, afogamento, asfixia, intoxicação. Em relação a pisos e escadas deve-se sempre tomar atenção onde se pisa, se o chão está molhado, porque estas são as causas mais comuns de acidente,  pedaço de taco solto, piso quebrado. Nos casos de tapetes é interessante colocar antiderrapante e instalação de corrimão e faixa antiderrapante eu acho indispensável. Móveis nos quartos deve-se ter bordas arredondadas. 

NEWSLETTER

Quero receber promoções e novidades!

A EMPRESA

A Rede de Farmácias Fleming existe desde 1964, quando o precursor Sr. Leonardo Glapinski, Juntamente com seus filhos, Sr. José Darcio e João Carlos Glapinski iniciaram seus negócios na cidade de Ponta Grossa.

ADMINISTRATIVO

Av. Gal. Carlos Cavalcanti, Nº 1288
Subsolo - Uvaranas
Ponta Grossa-PR
CEP: 84025-000
contato@fleming.com.br